Category Archives: elefante

elefante, poesia, solidão

elefante, pt. 7, carlos drummond de andrade

Fabrico um elefante
de meus poucos recursos.
Um tanto de madeira
tirado a velhos moveis
talvez lhe dê apoio.
E o encho de algodão,
de paina, de doçura.
A cola vai fixar
suas orelhas pensas.
A tromba se enovela,
e é a parte mais feliz
de sua arquitetura.
Mas há também as presas,
dessa matéria pura
que não sei figurar.

(…)

E já tarde da noite
volta meu elefante,
mas volta fatigado,
as patas vacilantes
se desmancham no pó.
Ele não encontrou
o de que carecia,
o de que carecemos,
eu e meu elefante,
em que amo disfarçar-me.

(ler mais)

Assim como Saramago, e seu carismático Salomão, Drummond cria um bicho literário ao qual se torna fácil apegar-se. E fica inesquecível na interpretação de Paulo Autran.


da coleção secreta de Camilla Costa